• Maria Silvana Alves

PRAZER EM APRENDER!!!


No curta metragem a seguir, The Potter (O Oleiro), com direção de Josh Burton ( Savannah College of Art and Desing, Geórgia, Estados Unidos, 2005), vamos acompanhar a história de um “garoto monstrinho” que, fascinado pela atividade desenvolvida por seu “mestre oleiro”, tem um desejo muito grande em realizar a mesma atividade.

Ao ver este curta, imediatamente me remeto aos Quatro Pilares da Educação da Unesco, relatório que é o resultado de estudos sobre a nova visão sobre a educação voltada para cidadãos do século XXI. Esses estudos foram coordenados pelo professor político e econômico francês Jacques Delors e definem, à grosso modo, que as crianças devem receber uma formação completa a fim de que se desenvolvam cognitivamente e socialmente, para atenderem à nova demanda da sociedade. Tenho total consciência de que os autores Willian Atkin, John Austin, David Bokser, Lauren e Josh Burton, Jon Campbell, L. Hunter Curra, Scott Englert que pensaram composição, desenho, iluminação, conceito, edição musical e realizaram a animação, deixaram claro que não tiveram nenhuma intenção em relacionar esse vídeo ao processo de ensino-aprendizagem, mas prossigo com minhas impressões...

Entendo que o pequeno “aluno” percebe que precisa “aprender a conhecer”, “aprender a fazer”, “aprender a conviver” e “aprender a ser”, ou seja, precisa superar aquele modelo de que o conhecimento é algo superficial/ pronto e necessita, literalmente, por a mão na massa para ser um sujeito, de fato competente.

Observemos que ambos os protagonistas (professor e aluno) são fundamentais para que o processo se efetive fazendo uso da persistência, da paciência e do aprimoramento diário para que conquistem um único objetivo: a aprendizagem!

Confesso que o personagem do “mestre oleiro” como um monstrinho só foi percebido por mim ao final do curta, por tão nobre tarefa por ele desenvolvida que é o ato de conduzir o aluno a construir seu próprio conhecimento! Uma das melhores animações que vi até hoje sobre o aprender a aprender!

“À educação cabe fornecer, de algum modo, os mapas de um mundo complexo e constantemente agitado e, ao mesmo tempo, a bússola que permite navegar através dele”. (Jaques Delors)

29 visualizações

© 2023 por EU E A DISLEXIA.