• Maria Silvana Alves

O nascimento de um homem de 28 anos

Às vésperas do Natal de 2019, um dos leitores de meus artigos entrou em contato comigo. Eu estava passando as férias com a família no estado do Paraná. Ele me contou um pouco de sua história, de seu trabalho como poeta e ceramista, e também do momento em que descobriu a Dislexia do Desenvolvimento (04 de outubro daquele mesmo ano). Enviou-me alguns de seus poemas, registrados à mão (brotadas como águas na fonte, mas com as marcas inconfundíveis do transtorno), em uma agenda. Contive minha emoção! Deparei-me naquele momento com o ponto forte da dislexia desse grande artista: traduzir em palavras sua percepção sobre o mundo!


E a poesia que registrou o momento do “nascimento” de um homem de 28 anos, como uma nova certidão, disse a ele o que tanto queria entender: quem de fato ele era!


Veja o vídeo abaixo onde a poesia é interpretada pelo próprio poeta D' MELO.


"A triste alegria concebida neste dia

me faz menino com vergonha da multidão.

A palavra errada, exaltada; o coro, em gargalhadas

e os olhares que açoitavam sem perdão.


Ser o exemplo de não ser desse jeito!

Refém do lápis, do papel e do vocabulário aceito!

A Terra gira e o tempo passa

e o problema se impregna mais ainda na carcaça.


A bilateralidade da imagem explorada da visão

me dá um ponto de vista diferenciado sobre a mesma questão.

E até mesmo a falta de nexo no que estou a recitar

em um menino frustrado, na hora de se expressar.


Ele, então, inventa um personagem de cara pintada

e riso pregado na quina da boca

mostrando às pessoas que ele sabe conversar.

E aí, entra em cena, o palhaço, o que fala com o corpo, o rei da expressão.


Sem alvoroço, transforma isso em poesia.

Escrita em lágrimas, a história do homem menino através da Dislexia!

28 anos sofrendo e o entendimento de tudo isso nesse dia.

(04 de outubro de 2019)".


Poeta D’ Melo



Uma belíssima obra de arte, produzida por alguém que, assim como você, seu filho ou alguém próximo de você, já passou pelas diversas adversidades que o Disléxico passa, porém, não se deu por vencido, descobriu uma área que amava, aplicou muito esforço e se tornou excelente nisso. Esta poesia é uma de tantas outras que ele escreveu, e que em breve, irá publicar em seu livro: Tapete Vermelho.

Esta é a maior prova de que a Dislexia possui seus pontos fortes, e tenho muito orgulho de, todos os dias, participar dessa jornada de transformação na vida de inúmeras pessoas, assim como através de um post, eu pude fazer parte deste momento tão importante na vida do grande, Poeta D' Melo. Para o conhecer melhor, siga-o no instagram @senadmelo.


0 visualização

© 2023 por EU E A DISLEXIA.