• Maria Silvana Alves

O MÉTODO MAIS INDICADO PARA A ALFABETIZAÇÃO DE DISLÉXICOS!


O método Multissensorial, Fônico e Articulatório é aplicado oficialmente nos USA, Europa e nos países que aparecem no topo da lista do PISA (Pesquisa Internacional de Avaliação dos Estudantes). Em julho de 2003 foi mostrado o desempenho de 41 países em relação à leitura e o Brasil ficou em 37º lugar. Dados que comprovam as formas ineficazes de alfabetização no Brasil, fazendo-se necessária a implementação de um material pedagógico-clínico que supra as inabilidades e dificuldades de parte dos estudantes brasileiros que, na maioria das vezes, são excluídos do ensino formal por apresentarem alguma dificuldade específica no aprendizado escolar.

Sabe-se que nas crianças disléxicas há uma deficiência fonológica que interfere no reconhecimento das palavras. Em consequência disso, o leitor disléxico não consegue aplicar suas habilidades cognitivas na compreensão do significado de uma palavra, pois ele se detém (ou demora muito tempo) na identificação da palavra. O Método Fônico auxilia diretamente para suprir essa dificuldade, pois propicia um ensino sistemático e explícito sobre como as letras se relacionam com os sons, a segmentação das palavras, identificação de sílabas; as pistas estão na própria palavra e não no contexto. Após algum tempo a criança terá elementos suficientes para analisar e identificar novas palavras que lhe são apresentadas.


É preciso reconhecer que, especialmente para crianças com dificuldade, as habilidades essenciais para o desenvolvimento da leitura devem ser ensinadas de maneira adequada, pois, caso contrário, essas crianças chegarão às séries mais avançadas sem conseguir ler e com sérios prejuízos emocionais.

O Kit “Facilitando a Alfabetização” lançado pela Booktoy (2016) vem de encontro com essa proposta. Ele foi desenvolvido pelas autoras Maria Ângela Nogueira Nico e Áurea Maria Stavale Gonçalves. É composto por três livros e um DVD explicando como o material foi organizado e seus principais objetivos.


No vídeo abaixo, temos um paciente utilizando o caderno multissensorial, um dos materiais que compõe o kit. Nele todas as letras do alfabeto são apresentadas em relevo para o aprendente identificá-las através do tato.

Eles simplesmente adoram!!!


28 visualizações1 comentário

© 2023 por EU E A DISLEXIA.