• Maria Silvana Alves

O HÁBITO DA LEITURA


“Quanto tempo a criança deve se dedicar à leitura diária?” A maioria dos pais me fazem essa e outras perguntas nas entrevistas iniciais a fim de compreenderem o que podem fazer para estimular a leitura de seus ninos e ninas. Em média, sugiro de 20 a 30 minutos de leitura diária. Explico aos pais que, se a criança já sabe ler, mas sua leitura não é fluente, é sinal de que falta praticar mais a leitura. É claro que nada impede de que esse tempo seja maior!


Vale lembrar também que com os pequenos, o exemplo é tudo! As crianças aprendem muito com os modelos dados por seus pais, afinal eles são os seus primeiros “professores”. Deixar livros ao alcance dos pequenos para que possam folhear, manusear, enfim, “interagir” com o livro é um atitude muito importante que pode ser feita pelos pais ou adultos que convivem com essas crianças.


E os maiores? Como podem manter ou desenvolver o hábito pela leitura? Comece com livros que abordam assuntos de seu interesse. Em seguida, é bom que sejam praticados três tipos de leitura para se tornar um leitor cada vez mais competente:

  • Leitura básica: um adulto com experiência vai mediar essa leitura, apoiando na prosódia, pronúncia correta, acurácia;

  • Leitura diária: aquela que faço para resolver as tarefas e trabalhos escolares;

  • Leitura prazerosa: aquela que te faz esquecer de tudo, que faz o tempo fluir e o prazer fruir.

Mas será que são somente os pais os responsáveis a desenvolver o hábito de leitura nas crianças e adolescentes? Na verdade, o ideal seria que família, escola e a própria sociedade oferecessem oportunidades de leitura para que eles possam, além de experimentar a diversão, colher também os benefícios que a leitura proporciona seja a curto ou a longo prazo, como por exemplo, um melhor desempenho escolar e o senso crítico.


Quando meus alunos do ensino médio me perguntam sobre o segredo para se escrever um bom texto, sempre respondo que, além das técnicas de escrita, é fundamental ser um bom e assíduo leitor!


0 visualização

© 2023 por EU E A DISLEXIA.